quinta-feira, 10 de maio de 2018

Wizards: Revestimento de cartas de jogo

Semana passada, Tim O'Hara mencionou o novo processo de revestimento usado para as cartas em inglês dos boosters de Dominaria. Para a maioria, essa mudança não é terrivelmente perceptível. Para quem já está jogando há algum tempo, a sensação, a jogabilidade ou até mesmo o cheiro são um pouco diferentes. 

Mas por que isso? 

Esse é o primeiro numa série de artigos que irá te trazer para os bastidores de como fazemos nossos produtos. No futuro, você pode ver artigos como este, fotos, vídeos ou até mesmo gráficos que ilustrarão o que estamos fazendo e os "comos e porquês" da produção de um jogo de cartas trocáveis tão grande quanto o Magic. Revestimentos de pintura são uma pequena parte do processo, mas a maioria de fora da indústria não entende muito sobre eles. Vamos esclarecer esse elemento de finalização em particular. 

Revestimentos de pintura são acabamentos de proteção transparentes e muito finos, aplicados sobre materiais impressos. Eles são frequentemente aplicados em linha de produção numa prensa de impressão, mas também podem ser aplicados fora da linha através de procedimentos diferentes. Vários tipos de revestimentos disponíveis incluem aquosos (revestimento seca-rápido a base de água), UV (curado por raios ultravioleta), e envernizados (termo usado algumas vezes de maneira genérica, aplicado a uma variedade que de acabamentos que não são a base d'água). 

Revestimentos servem para vários propósitos primários. O primeiro deles é proteger a superfície impressa da umidade, arranhões, desgaste e previnem que a tinta seja removida por coisas como a oleosidade dos dedos. Se o revestimento, a arte, o texto e a borda de uma carta estaria muito mais suscetível à borrões, desbotamento e a ter uma aparência geralmente pior em razão do desgaste. Plásticos protetores podem ser o meio utilizado por muitos jogadores para proteger suas cartas, mas o revestimento é a primeira linha de defesa delas. 

Em segundo lugar, acabamentos são frequentemente decorativos. Eles podem ter um efeito fosco ou brilhante, macios ao toque ou elevados e texturizados. O acabamento certo junto com a técnica de impressão certa pode criar alguns efeitos maravilhosos que são ao mesmo tempo visualmente animadores e agradam ao toque. Quando você gosta da “sensação” da carta na sua mão, provavelmente você está reagindo ao revestimento e não ao papel debaixo dele. 

Uma terceira área que nós frequentemente consideramos quando escolhemos o revestimento é a performance. Produtos que criamos como capas de livros, tabuleiros de jogos e cartas jogáveis tem, todos eles, necessidades especiais. Por exemplo, produzimos a maioria das cartas com acabamento fosco para minimizar o brilho e utilizamos acabamentos especiais para as cartas para dar a elas uma sensação de deslizamento/firmeza quando manuseadas ou embaralhadas. Nós queremos cartas que deslizem facilmente umas sobre as outras quando você está virando terrenos, mas não queremos que elas sejam tão lisas a ponto de você jogar um “jogo de pegar 40 cartas” quando você começa a embaralhar seu deck de draft. 

Desenvolver esses revestimentos pode ser desafiador. Os materiais utilizados precisam ser seguros, bons para o meio ambiente e funcionar bem com equipamentos que produzem em grande quantidade. Dependendo da aplicação, um revestimento pode precisar ser laminado, colado e dobrado. O revestimento de um jogo de cartas também tem que ser passível de ser cortado do jeito certo, bem como aceitar tratamentos secundários, como o de cartas foil. 

Há também um rigoroso processo de teste para revestimentos. Algumas das coisas que testamos no nosso laboratório de revestimentos são: 


  • Composição química: Embora não aconselhemos comer cartas, as formulas são avaliadas e testadas para atender regulamentos globais de segurança para produtos e brinquedos infantis. Nós certificamos que nossos materiais não contém produtos químicos restritos ou nocivos. 
  • Ciclagem ambiental – Nós testamos para efeitos ambientais, como umidade e temperatura. Colocamos nossas cartas sob condições extremas para ver como elas reagem. 
  • Resistência à oleosidade – Nossas mãos, não importa quão limpas, contém óleos. Com o tempo, esses óleos podem estragar as cartas. Um bom revestimento pode ajudar a prevenir isso. 
  • Embaralhamento – Imagine contratar um jogador profissional para embaralhar cartas em sua mão, cem vezes mais e dez vezes mais rápido. Nós fazemos nossas cartas sofrer. 
  • Atrito contra superfícies – Agora, imagine o mesmo jogador profissional tentando embaralhar as mesmas cartas, mas não dá porque elas estão grudadas. Ou estão tão lisas ao ponto de sair voando em todas as direções. Nenhuma dessas coisas é boa, então nós testamos e retestamos a fricção até chegar a um equilíbrio. 


Outra área na qual pensamos é como nossas cartas “respiram” quando vários revestimentos são utilizados 

Está vendo, Magic usa um carta de jogo proprietária laminada que pode ser sensível a mudanças de umidade e temperatura, e nós descobrimos que diferentes revestimentos e métodos de aplicação podem ajudar a superfície a respirar e ajudar com o performance e estabilidade em geral. 

Tendo isso em mente, recentemente nós fizemos algumas mudanças para nosso processo de revestimento em uma de nossas quatro maiores parceiras de produção. O primeiro lugar onde você verá isso é Dominaria e, enquanto estamos muito satisfeitos com os resultados ali, nós fizemos ainda mais melhorias nos revestimentos da Edição Básica 2019 também. Esperamos que essas mudanças sejam recebidas de forma positiva. 

O processo de entregar o melhor produto possível nunca está terminado. Nós sempre estamos encontrando maneiras de fazer pequenos ajustes em nosso processo de impressão e revestimento para padronizar e aprimorar ainda mais as cartas produzidas por nossos parceiros de fornecimento. 

Bem, isso é um pouco do que há sobre revestimentos. Mês que vem estarei de volta para falar de outra parte chave de como fazemos nossas cartas – o papel! A maioria das cartas de Magic foi impressa no mesmo tipo de papel desde 1993, então existe um pouco de história aí para falar sobre. 

Até lá.



Traduzido para a Liga Arena em 10/05/2018 por Hélio Barbosa. Clique aqui para acessar o original, intitulado “Playing Card Coatings”, por Tom Wänerstrand)

Nenhum comentário:

Postar um comentário