sábado, 23 de setembro de 2017

Clash Royale, Máquina Voadora

Mais uma das "apelonas" MAQUINA VOADORA, essa nova carta vai reforçar ataque aéreos, com dano em área com sua hélice e um canhão, ponto fraco, pouco ponto de vida, um" papel " essa carta foi construído pelo Mestre Construtor do Clash of Clans para o Clash Royale onde já acontece várias interação entre os dois jogos, então bora que começou esse final de semana desafio.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Nos Mínimos Detalhes



E aí galerinha ligada no blog da Liga Arena, eu sou o Danilo (Kanno para os íntimos) juiz de mtg e você não deve estar habituado a me ver nos posts do blog já que é a primeira vez que eu estou escrevendo aqui (:v)! Hoje nós vamos falar um pouquinho de regras de magic e entender mais a fundo uma regra essencial pra todo mundo que quer melhorar as tomadas de decisão durante suas partidas. O tema de hoje é Prioridade!

Bem, prioridade é uma engine que basicamente faz o magic ser esse jogo tão bem feito que é. Prioridade está em todo lugar, basicamente o turno de magic é feito de ações encadeadas entre os players e o “timing” que eles têm pra fazer isso se chama prioridade. Vamos dar uma conferida no que o CR (Comprehensive Rules) diz sobre prioridade.

Das 165 vezes que prioridade é citada nas Comprehensive Rules, essa é a definição:

116.1. A não ser que uma mágica ou habilidade instrua um jogador a fazer uma ação, qual jogador pode fazer ações é determinado por um sistema de prioridade. O jogador com prioridade pode conjurar mágicas, ativar habilidades e fazer ações especiais.

Em outras palavras, no magic, é bem definido qual é o jogador que pode fazer uma ação antes do outro. Não está claro o suficiente? Vamos ver um exemplo pra esclarecer as coisas.


Como vocês podem ver, o Jace é um planeswalker que entra com 3 marcadores de lealdade e todos aqui sabemos que mágicas e habilidades que causam dano diretamente à players podem ser redirecionadas para diminuir aquela quantidade de marcadores de lealdade de um planeswalker controlado por aquele jogador. Então vamos supor que Alberto conjure Jace, the Mind Sculptor e Nayan tenha um raio na mão. O Jace resolveu, então no momento a pilha está vazia. Existe algum jeito de Nayan matar o jace antes que ele ative o +2 olhando o topo de um jogador?

A resposta é: só depende de Alberto. Acontece que o sistema de prioridade segue a ordem Jogador Ativo>Jogador Não Ativo (APnAP para os íntimos) para determinar quem pode tomar ações. No caso, Jace resolveu e a pilha está vazia, como estamos no turno de Alberto, Alberto é o Jogador Ativo (AP) e portanto Alberto tem a prioridade para conjurar mágicas, ativar habilidades, fazer ações especiais. Até que Alberto tome uma ação ou decida que não quer mais tomar ações por hora, Nayan não pode fazer nada.

Vamos definir então (usando o CR) quando é que um jogador recebe prioridade. Tudo o que eu vou dizer está melhor explicado na seção 116.3, mas eu vou tentar resumir:

Nenhum jogador recebe prioridade durante a etapa de desvirar.
O jogador ativo (de quem é o turno) recebe a prioridade no início das etapas do turno logo após as Ações Baseadas em Turno ocorrerem (como compra do turno, declaração de atacantes).
O jogador ativo recebe a prioridade logo após uma mágica ou habilidade resolver
Se um jogador tem a prioridade quando ele conjura uma mágica, ativa uma habilidade ou toma uma ação especial, ele recebe a prioridade logo após isto.*
Se um jogador tem a prioridade e decide não tomar mais ações ele passa a prioridade para o outro jogador.

OBS: se todos os jogadores passam a prioridade sucessivamente, a mágica no topo da pilha resolve. Ainda, se a pilha estiver vazia, a fase do turno ou etapa em questão termina.

Bem, agora já podemos responder com certeza no nosso exemplo do Jace e o Raio que, a menos que Alberto passe a prioridade para Nayan ou tome uma ação, Nayan sequer pode conjurar o Raio.

Mas até agora tudo parece muito teórico e muito pouco disso parece aparecer durante uma partida de magic, afinal o sistema de prioridades parece ser muito mais orgânico que parece. Vamos ver uma consequência do sistema de prioridades que é muuuito relevante pra entender como as coisas funcionam no MTG.

Ações Baseadas em Estado (SBAs)

O sistema de prioridade está intimamente ligado ao estado do jogo em que estamos e, para isso, o jogo tem um sistema dependente das prioridades chamado Ações Baseadas em Estado (State Based Actions pra encurtar). As SBAs são responsáveis por verificar se está tudo ok com o estado de jogo, por exemplo se tem alguma criatura com dano letal marcado que precisa ser colocada no cemitério. Vamos dar uma olhadinha rápida num exemplo clássico da cozinha de casa começando a jogar Modern.


Vamos supor que eu controlo um Tarmogoyf e no meu cemitério tem uma Catacumbas Verdejantes (terreno) e um Confidente Sombrio (criatura). Neste caso o meu Goyf está 2|3. Meu oponente (Ricardo) está muito intimidado com meu Goyf e quer dar um jeito nele. Se Ricardo der Raio (mágica instantânea) no meu Goyf, a minha criatura morre?

Bem, conforme Raio resolve, 3 de dano é marcado a Tarmogoyf e sabemos que o último processo ao se resolver uma spell é colocá-la no cemitério (608.2k) então haverá um momento em que 3 de dano estará marcado no Tarmogoyf e haverá apenas 2 tipos de carta nos cemitérios. Mas isso é suficiente para que o goyf morra?

Segundo o CR:
302.7. (...) If the total damage marked on that creature is greater than or equal to its toughness, that creature has been dealt lethal damage and is destroyed as a state-based action (see rule 704). (...)

Então, para que a criatura seja destruída é necessário que uma criatura tenha dano letal marcado conforme uma ação baseada em estado. As ações baseadas em estado checam o estado do jogo toda vez que um jogador recebe a prioridade. Portanto, haverá sim um momento em que o goyf vai ter 3 de resistência e 3 de dano marcado, mas isso não é suficiente para que ele seja destruído, pois quando as SBAs checarem o estado de jogo, o Raio já está no cemitério fazendo com que o goyf seja 3|4.

Outros muito exemplos acontecem da mesma maneira, por exemplo: Master of Waves e Restoration Angel (tarefa pra vocês me dizerem o que acontece se eu tiver 5 fichas de elemental feitas pelo Master of Waves e blinkar ele com o Restoration!) 

Agora vou dar dois exemplos práticos de como abusar da prioridade e das SBAs pra fazer escolhas melhores durante as partidas!


Milagre é uma habilidade que lê:

Miracle (cost) (You may cast this card for its Miracle cost when you draw it if it's the first card you drew this turn.)

Como parar um terminus abusando que milagre é um trigger?
Bem, para que o jogador possa conjurar a sua mágica pagando o custo de milagre é necessário que a habilidade desencadeada do milagre resolva e note ainda que a carta à qual a habilidade se refere já foi comprada pelo jogador. Se, em resposta você resolver uma Vendilion Clique e escolher tirar a carta com milagre da mão do seu oponente ele não vai mais ter a carta pra conjurar conforme o trigger resolver.



Lingering Souls vs Grave Hate

Como já aprendemos em todo o conteúdo acima, é bem verdade que se você tiver uma Tormod’s Crypt na mesa e o seu oponente conjurar Lingering Souls, a mágica resolver e ele quiser conjurar o flashback não existe uma brecha pra você exilar Lingering Souls com sua Tormod’s Crypt uma vez que:
Seu oponente é o jogador ativo, então no início da fase principal ele tem a prioridade.
Ele conjura e a mágica resolve, agora a pilha está vazia e ele tem a prioridade.
Ele pode conjurar o flashback e como ele já moveu a mágica para a pilha não tem mais sentido exilar o cemitério, uma vez que a mágica já não está mais lá.

Mas existe um jeito que, com um counter e um grave hate, mesmo seu oponente tendo 5 manas disponíveis você consegue não deixar ele fazer nenhuma ficha. Pense um pouco e volte a ler o artigo quando achar que conseguiu!

Vamos voltar à situação em que você tem uma Tormod’s Crypt na mesa, um Counterspell na mão e uma fetch land na mesa, vamos supor Flooded Strand pra facilitar as coisas.
Seu oponente conjura Lingering Souls. Se você anular, voltamos para a situação anterior em que a pilha está vazia e ele vai ter a prioridade pra conjurar o flashback fazendo o seu grave hate completamente inútil. A trick aqui é você manter um efeito na pilha pra que o seu oponente não consiga conjurar um feitiço uma vez que a pilha não está vazia. Então vamos aos passos:

Seu oponente conjura Lingering Souls.
Em resposta a Lingering Souls, você estoura Flooded Strand.
Ainda retendo a prioridade (conforme *), antes de resolver a ativação da Flooded Strand, você usa Counterspell.
Counterspell resolve anulando Lingering Souls e colocando-a no cemitério.

Perceba que agora, temos a situação anterior: o jogador ativo (seu oponente, no caso) tem a prioridade uma vez que counterspell resolveu. No entanto, ele não pode conjurar o flashback de Lingering Souls uma vez que a pilha não está vazia pois ainda existe a habilidade ativada de Flooded Strand na pilha.

Agora basta que você use a habilidade de Tormod’s Crypt para exilar a Lingering Souls ainda antes da Flooded Strand Resolver e pronto! Nenhuma fichinha!

Este exemplo é especialmente bom de se conhecer uma vez que temos mágicas muito relevantes com flashback no modern (Lingering Souls e Past in Flames) e grave hates também eficientes (Nihil Spellbomb e Relic of Progenitus) e muitas vezes deixamos essas mágicas resolverem por não sabermos usar o timing das regras do jogo.

É isso pessoal, acabei estendendo demais o artigo que era pra ser mais sobre curiosidades mas acho que tem bastante material pra vocês pensarem. Qualquer dúvida me procurem no facebook ou qualquer coisa do gênero e bom jogo pra vocês!


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Prototype Primal Amulet Deck


Prototype Primal Amulet Deck

Fala galera linda que desta liga
Quem vos fala é o Aloyr, o “mago do tempo” como andam me chamando por aí.

Primeiramente vou fazer meu jabá de sempre... Entrem no meu canal e deem uma conferida: AQUI

Apreciem este canal com moderação (ou sem) e fiquem espertos que logo logo ele passará por uma boa reforma e vocês verão mudanças míticas no mesmo.

Agora vamos ao que interessa.

Primeiramente tenho que dizer que IXALAN foi uma deliciosa surpresa para mim.

Isto porque apesar de eu gostar muito de dinossauros (e inclusive tenho a coleção completa das figurinhas do chocolate surpresa), eu realmente duvidei que uma temática que envolvam piratas e dinossauros poderia dar certo.

Na verdade ainda tenho medo que apareça umas naves espaciais e vire algo como Dinosaucers (essa referencia é só para os dinossauros de plantão), mas pelo menos as cartas desta edição tem um gosto de nostalgia. Tem ícones antigos levemente mudados para encantamentos e artefatos que se transformam em terrenos (como berço de géia).

Em segundo, esta edição com certeza vai mudar muito a cara das coisas que estão hoje aí. Cartas como OPT e as próprias permanentes que viram terreno podem mudar muito a face do magic competitivo hoje, e realmente espero muito que isso aconteça.

E aproveitando a onda de mitigar novos decks, gostaria de ter o prazer de compartilhar uma build que estou namorando faz tempo, desde que seu spoiler foi lançado: O deck

Primal Amulet.

A aposta

Talvez vocês devam estar se perguntando o porque escolhi esta carta para se basear um deck.

Bem, para quem joga a algum tempo, deve se lembrar, especificamente em origins, de uma deck que girava em torno de uma carta: Óculos da Piromante.

Este deck consistia em fazer mágicas duplicadas e ter tanta vantagem com elas que era impossível o oponente competir em recursos pelo controle do jogo.

Agora temos basicamente uma carta que propõe fazer a mesma coisa em seu segundo efeito por uma mana a menos, e sem tem o efeito negativo de ser lendária e nem a restrição de apenas máquinas vermelhas.

Agora, adicione esta ideia com uma quantidade de magias com potencial de combater o formato e teremos uma boa aposta de como este deck tem potencial.

Cartas essenciais

Primal Amulet

Essencial, até o porque gira em torno desta carta. O objetivo é fazer 3 mágicas e tornar este artefato terreno o mais rápido o possível

Opt

Absolutamente essencial. Uma mágica instantânea de 1 mana que ajuda a buscar um recurso ou mesmo buscar o Amulet

Uma mágica que causa 3 de dano por 2 manas. Tem o alto potencial de finalizar o jogo e também de ser uma boa remoção. Vale lembrar ainda que esta carta vira um raio quando estamos com o amulet na mesa.

Um counter com reciclar, e este simples ponto ja tornou uma das cartas favoritas para quem joga de decks de controle. Agora imagina poder transformar censor em acúleo de força? Legal né?

Sim, eu sei que Magma Spray é melhor, mas infelizmente magma não pode dar alvo no jogador, e isto não colabora muito em termos de cópia. Talvez o número certo desta carta não seja 4 e talvez intercale com algumas cópias do magma dependendo do metagame.

Esta deve ser das cartas que eu mais gosto neste deck. O potencial dela é absurdo. Ela filtra seu deck, alimenta o cemitério para o gearhulk e quando ela se transforma, pode te dar o recurso que te faltava no jogo sem precisar gastar qualquer carta para isto. É muito sinérgica e por isso creio ser imprescindível.

Eu realmente não sei se devia colocar esta carta como essencial, simplesmente porque ela não tem a devida sinergia com o amutet. Porém, o potencial de aproveitar cartas do cemitério não pode simplesmente ser ignorado

O Deck


A partir da premissa e das cartas acima, devemos pensar em como aproveitar o melhor da mecânica apresentada.
Eu como gosto bastante de energy de kaladesh, vou partir para montar um deck que aproveite o melhor das duas coisas.
Montei um protótipo de deck que postarei abaixo. Muito provavelmente terá mudanças baseada no metagame, então não se apeguem tanto na constituição do deck, e sim na sua mecânica ok?




E é isso ae.
Espero muito que tenham gostado deste artigo.

Até a próxima pessoal

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Temos que treinar! -- As boas cartas da nova edição! Parte 2

Eu volteeeei agora pra ficaaaar....


Chega mais povo lindo que joga pokémon! Vamos dar uma analisada agora no restante das cartas da nova edição: Crimson Invasion

NOTA: OS SCANS ESTÃO DISPONÍVEIS NA POKEBEACH
 
Caso algum dos senhores esqueceu de dar uma conferida na análise anterior, clica aqui e dá uma lidinha. Tá legal, eu juro ;)

10 - Gyarados GX


Estágio 1 – Evolui de Magikarp
[W][C][C] Waterfall: 70 de dano.
[W][C][C][C][C] Dragon Calamity: 100+ de dano. Este ataque causa mais 100 de dano se houver um Estádio em jogo. Então, descarte aquele estádio.
[W] Dread Storm GX: Descarte 1 Energia de cada um dos Pokémon do seu oponente. (Você não pode usar mais de 1 ataque GX por partida).
Quando seu Pokémon GX é nocauteado, seu oponente compra 2 cartas de prêmio.
Fraqueza: Elétrico (x2)
Resistência: Nenhum
Recuo: 4

Aquele típico GX de pasta? Talvez... Seu ataque pode ser muito bom, mas o custo de 5 energias pode torná-lo uma presa fácil para Gardevoir-GX e para Tapu Koko GX devido à sua fraqueza. Ainda assim, é uma carta para ficar de olho!

11 - Milotic
 
Estágio 1 – Evolui do Feebas
[W] Mercy: Escolha 1 dos Pokémon do banco do seu oponente que tenha algum marcador de dano. Embaralhe aquele Pokémon e todas as cartas ligadas a ele no baralho de seu oponente.
[W][W][C][C] Ocean Cyclone: 80 de dano. Causa 10 de dano a cada um dos Pokémon no banco do seu oponente (não aplique fraqueza ou resistência aos Pokémon do banco do seu oponente)..
Fraqueza: Grama (x2)
Resistência: nenhuma
Recuo: 2

O que mais me chama atenção nessa carta é que é um adicional ao ataque GX da Tapu Fini GX. Por 1 energia é possível remover uma grande ameaça de estágio 2 do seu oponente ou até mesmo um forte atacante carregado. Pensa em retroceder aquele jogo difícil contra um Metagross GX, Vikavolt ou Gardevoir GX? Pode ser uma adição bem interessante para os decks de Ninetales de Alola GX.

12 - Nihilego GX
 
Pokémon Básico (Ultra Beast)
Habilidade: Nihilistic Light
Quando você jogar este Pokémon da sua mão para o banco, ambos os Pokémon ativos agora estão envenenados e confusos.
[P][P][P] Lock Up: 120 de dano. O Pokémon ativo de seu oponente não pode recuar durante seu próximo turno.
[P][P][P] Parasite GX: Adicione as 2 cartas do topo do baralho de seu oponente como suas cartas de prêmio. (Você não pode usar mais de 1 ataque GX por partida).
Quando seu Pokémon GX é nocauteado, seu oponente compra 2 cartas de prêmio.
Fraqueza: Psíquico (x2)
Resistência: nenhuma
Recuo: 2

Esta UB parece que chegou para ficar, não? É uma adição automática em decks de Muk de Alola GX devido à sua habilidade que comba com o ataque Chemical Breath. Além disso, pode talvez ter um deck por si própria! 120 de dano por [P][P][P] num formato com Elixir Máximo é bem viável. Seu ataque GX também rouba a cena... Imagine a situação: seu oponente está a 1 prêmio de ganhar a partida, você me vai e solta o ataque GX da Nihilego e ele está agora a 3 prêmios de ganhar a partida. É de virar a mesa com as cartas e tudo, né não? Pensem bem nisso quando estiverem enfrentando esta água-viva do Bob Esponja.

13 - Guzzlord GX
 
Pokémon Básico (Ultra Beast)
[D] Eat Sloppily: Descarte as 5 cartas do topo de seu deck. Se qualquer uma dessas cartas for cartas de energia, ligue-as neste Pokémon.
[D][D][D][C][C] Tyrannical Hole: 180 de dano
[D][D][D][D][D] Glutton GX: 100 de dano. Se o Pokémon de seu oponente for nocauteado por dano deste ataque, compre mais 2 cartas de prêmio. (Você não pode usar mais de 1 ataque GX por partida).
Quando seu Pokémon GX é nocauteado, seu oponente compra 2 cartas de prêmio.
Fraqueza: Lutador (x2)Resistência: Psíquico (-20)
Recuo: 4

Meu Deus! Possibilidade de comprar 4 prêmios?? Deve ser bem interessante isso aí. O único problema... [D][D][D][D][D]????? 5 energias? Tá maluco? Mesmo com seu primeiro ataque que tem a possibilidade de ligar diversas energias de uma só vez faz essa carta parecer bem inviável. 210 de HP para um Pokémon básico é nada mal. Talvez como 1 cópia em um deck de Darkrai GX? É uma win condition bem interessante. Exigirá muita habilidade do jogador, mas pode ser executada e com certeza virará muitos jogos por aí.

14 - Alolan Exeggutor-GX
 
Estágio 1 – Evolui do Exeggcute
[G] Tropical Head: Causa 20 de dano vezes o número de energias ligadas à este Pokémon a 1 dos Pokémon de seu oponente. (Não aplique fraqueza ou resistência aos Pokémon do banco).
[G][C][C][C] Dragon Hammer: 120 de dano. O Pokémon ativo de seu oponente agora está confuso.
[G][C][C][C] Tower-Go-Round GX: 180 de dano. Mova quantas energias ligadas aos seus Pokémon da maneira que desejar. (Você não pode usar mais de 1 ataque GX por partida).
Quando seu Pokémon GX é nocauteado, seu oponente compra 2 cartas de prêmio.
Fraqueza: Fada (x2)
Resistência: nenhuma
Recuo: 3

Esta é aquela típica carta boa que fica ofuscada devido ao metagame em que ela se encontra. Seu primeiro ataque é bem interessante devido à possibilidade de caçar Pokémon no banco. Seus outros ataques são um pouco custosos, mas com efeitos interessantes. Ainda tenho dúvidas com o Exeggutor, mas fique de olho para não se surpreender.

 15 - Miltank
 
Pokémon Básico
Habilidade: Moo Moo Ale
Enquanto este Pokémon for seu Pokémon ativo, quando você ligar uma energia da sua mão a 1 de seus Pokémon, você pode curar 90 de danos daquele Pokémon.
[C][C][C] Hip Drop: 60+ de dano. Jogue uma moeda. Se cair cara, este ataque causa mais 30 de dano.
Fraqueza: Lutador (x2)
Resistência: nenhuma
Recuo: 2

Habilidade impressionante para um deck de Gardevoir? De Golisopod? Com certeza. A única dificuldade será colocá-la no ativo para ativar seu efeito. Só serve pra isso também, o ataque é bem meh.

16 - Dash Pouch
 
Item
Ferramenta Pokémon: Ligue esta carta a um de seus Pokémon que não tenha uma Ferramenta Pokémon ligada.
Quando o Pokémon que esta carta estiver ligada recuar, ao invés de descartar as energias usadas para recuar, retorne-as para a sua mão.
Você pode jogar quantas cartas Item da sua mão quiser durante seu turno (antes de atacar).

Esta carta é importante ficar ligado pelo simples fato de que é um forte indício de que não haverá reprints de Float Stone nas próximas edições. Seu efeito é interessante, mas não é a mesma coisa, infelizmente.

17 - Lusamine
 
Apoiador
Coloque 2 cartas em combinação de Estádio e Apoiador da sua pilha de descartes em sua mão.
Você pode jogar apenas 1 carta de Apoiador durante seu turno (antes de atacar).

Tem um efeito interessante e pode criar win conditions dependendo da situação. O problema é exigir o uso do Apoiador do turno para utilizar a carta alvo do descarte somente no turno seguinte (no caso de um apoiador). Não deve aparecer em grandes números nos decks.

18 - Counter Energy

Energia Especial
Esta carta fornece 1 Energia [C].
Quando esta carta está ligada a 1 de seus Pokémon (excluindo Pokémon GX e Pokémon EX) e você tiver mais cartas de prêmio que seu oponente, esta carta fornece 2 Energias de todos os tipos.

A cerejinha do bolo! É essencialmente uma energia Double Rainbow.
Obviamente não funciona para todos os bons Pokémon do metagame, mas tem um efeito surpreendente para atacantes não GX/EX. A condição de ativação não é tão complicada devido ao ritmo de jogo que o formato está desenvolvendo. Não sei como deve aparecer nos decks, mas tem um potencial imenso e que com certeza será muito explorado.

Aqui encerro minha análise das boas cartas da nova edição.


Deixei de falar alguma coisa? Tem alguma sugestão? Chega mais pra trocar uma ideia!

Um beijo no kokoro e até a próxima!


terça-feira, 19 de setembro de 2017

Trincheiras do Commander - Staples Boas e Baratas 2.0


BOMMM DIIIAAAA VIIIEETINÃÃÃ!!! Boa noite galera, estou de volta diretamente das Trincheiras do Commander, com a segunda parte do artigo que fala das cartas BBs (boas e Baratas) para commander Multplayer, caso não tenham visto a primeira parte.








É muito difícil em se falar de um staple verde e não pensar em ramps, e esse velhinho é excelente, pois custa apenas 1G é uma criatura 1/1 com a habilidade, sacrifique Ancião da Tribo Sakura, você pode procurar por um card de terreno básico e coloca-lo em campo virado, isso mesmo meus amigos, em campo, essa é uma das cartas mais uteis em decks verdes que tenham mecânicas de reanimação  como Meren e Karador, mas ela cabe em qualquer deck, pois você pode usa-la para bloquear e depois do bloquei ainda sacrifica-lo e buscar um terreno básico.




Esses anciões verdes, são uns carinhas muito legais, pois esse outro velhinho custa 1GG é uma criatura 2/1 com duas habilidades, a primeira é desencadeada, e diz que quando ele morre, você pode procurar em seu grimório por 2 terrenos básicos e colocá-los na mão e a segunda é ativada, onde você paga 2 manas incolores, sacrifica ele e compra uma carta, e nessa hora você desencadeia a primeira habilidade, ou seja é uma criatura que garante que você tenha 2 terrenos na mão buscando por algum terreno que gere alguma cor que você não tenha, além de te dar a compra de uma carta.





Esse encantamento ele além de versátil te ajuda a ter um certo controle na mesa, pois ele segue com a ideologia de “tax”, pois ele faz com que as magicas de artefatos e encantamentos que seus oponentes conjurem custem 2 manas incolores a mais, além disso ela exerce um certa pressão pois a qualquer momento você pode sacrificar Aura de Silencio, e destruir um artefato ou encantamento, e por esse motivo, os seus oponentes pensarão 2 vezes antes de colocar em campo os seus principais artefatos e encantamentos.




Essa é uma criatura muito boa, e que eu gosto muito, apesar do seu custo 3WW, vale a pena, pois ela tem voar, proteção contra o preto, é 2/2 e quando entra no campo de batalha você pode voltar a criatura alvo de seu cemitério para campo de batalha, isso sem nenhuma restrição ou condição, simplesmente reanima uma criatura; mas como o mundo não é feito só de flores, ela tem um defeitinho, pois ela tem Echo (se ela entrou em campo no ultimo turno, você tem que pagar o seu custo 3WW, no da sua manutenção, caso contrário, sacrifique ela), mas sabendo usa-la esse defeito pode se tornar uma vantagem, pois ela combina muito bem com Asas daAlvorada / Reveillark, (outra Staple), pois Reveillark, custa 4W

é uma criatura com voar 4/3 com habilidade de que quando morre você pode voltar de seu cemitério para o campo de batalha até 2 criaturas alvo, com poder menor ou igual a 2, assim você pode ficar alternando entre as 2 criaturas no campo, além de um bônus de ganhar mais uma criatura, pois basta você não pagar o custo de Echo de Guia Cármico, para que ela esteja no cemitério, e ai fazer Reveillark, que que quando morrer reanima o Guia e mais uma criatura, e o Guia pode assim reanimar o próprio Reveillark.


Para aqueles que acham que decks pretos não tem ramps ou dorks, eu lhes apresento 




Esse carinha 2/2 que custa 3B, tem uma habilidade muito peculiar, pois ele faz com que cada vez que você virar um pântano que você controla para gerar mana, esse pântano adiciona B a mais além de outros tipos de mana que ele produza, ou seja virou um pântano gera 2 manas, mas a cereja do bolo desse carinha é que ele tem mais uma habilidade muito boa para aproveitar toda essa mana extra, pois ele tem  “Extorquir”, (sempre ique você conjura uma mágica, você pode pagar uma mana W ou  B, e se o fizer, cada oponente perde 1 ponto de vida, e você ganha aquela quantidade de pontos de vida).





Zenite do Sol Negro esta entre as remoções mais usadas do preto, é claro que Danação e Toxic Deluxe, ainda são as mais usadas, mas Sol negro, custa muito menos que as citadas, e custa XXBB, e coloca um marcador -1/-1 em cada criatura para cada XX que você pagou, sendo muito útil para acabar com criaturas indestrutíveis mas o melhor de tudo, é que depois de que ela resolve, você a embaralha no seu deck, podendo comprá-la novamente.

Bom no vermelho é bem difícil de fugir de uma remoção em massa de artefato, como no último artigo falei de Vandalblast, nesse falo de




Essa Cartinha linda e baratinha, vai ser um verdadeiro terror para aqueles seus amiguinhos que insistem em combar com um monte de artefatos, pois pelo custo de XR, destrói todos artefatos com custo de mana X ou menor, simples e objetivo.




Sou muito suspeito para falar dessa carta, pois eu adoro ela, pois é um ótimo custo beneficio, pois custa 2R, é uma criatura 2/3, e toda vez que ela atacar, você coloca em campo 2 fichas de criatura vermelha do tipo humano 1/1 atacando, ou seja pelo preço de 1 você faz 3 ou mais criaturas, sendo muito boa para popular a sua mesa, e por esse motivo ela é perfeita para decks com muitos equipamentos.




Quando, eu vi, que essa carta estava dentro do nosso orçamento de 10 moedas BR, não acreditei, pois esse é considerado um dos melhores clones já feitos, pois ele custa apenas 1U e entra em campo como uma cópia de uma criatura que já esteja em campo, mas é claro que não pode ser tão bom sem um defeitinho, bem ele tem, e esse defeito é que se ele for alvo de uma magica ou habilidade, você o sacrifica, ele combina muito bem com Titã de Sol, pois ao copiá-lo, você desencadeia a sua habilidade de voltar uma permanente de  custo 3 ou menos para o campo de batalha, e se ele estiver no cemitério nada melhor do que o nosso titã reanimar Imagem Fantasmal e assim você ficar com 2 titãs.




Se você joga commander e gosta odo formato aconselho você a ter pelo menos 1 ou 2 desse barqueiro em sua pasta, pois esse carinha é responsável por muitos combos e interações com entrada de criaturas, e quando esta em campo causa calafrios nos oponentes, ele custa 4UU é uma criatura 5/5 (não morre fácil, muito menos para raio), e tem habilidade de soulbound, que faz com que ele seja “pareada” com outra criatura, e tem habilidade de enquanto estiver “pareada” você pode pagar 1U exilar e retornar a criatura (“blink”), ativendo os seus efeitos de entrar em campo, e pode fazer isso diversas vezes, veja alguns exemplos.




         
Nosso amiguinho solene quase ficou de fora, mas por muito pouco ele coube no orçamento, essa criatura artefato não pode faltar nos seus decks de commander, ele custa 4 manas incolores, e quando entra no campo de batalha você pode procurar por um terreno básico e colocá-lo no campo de batalha virado, mas não é só isso, ele tem ainda mais uma habilidade, pois quando ele morre, você pode comprar uma carta, ele é bom quando entra em campo e quando morre, servindo para atacar ou bloquear.



Bom se você tem um deck cheio de criaturinhas, fichas, ou que desencadeiam habilidades quando morrem, você vai querer um Altar de Ashnod no seu deck, pois esse artefato de 3 manas tem habilidade, sacrifique uma criatura, e gera 2 manas incolores, além disso é motor para alguns combos, confira:






E existem muitos outros, por isso vale a pena possuir algumas cópias dessa carta para uso em seus decks ou para negociações futuras.




Muitas vezes Planeswalkers são difíceis de se remover, é ai que entra essa lindo feiço, e mesmo sendo um feitiço é excelente, pois custa apenas RB, e tem a versatilidade de poder ser usado para destruir Planeswalker ou criatura.


E já que a palavra é versatilidade, ainda lhes falo de Putrificar / Putrefy e também Mortificar /Mortify


Ambas são muito parecidas, pois elas tem custo convertido em 3, são magicas instantâneas que destroem a criatura alvo, e Putrificar pode destruir artefato, e Mortificar pode destruir um encantamento.

Bom galerinha espero que tenham gostado de mais uma parte dessa série que tem objetivo de mostrar cartas uteis e não tão caras, caso tenham sugestões é só falar que tentarei abordar o tema em um próximo artigo.
Um grande Abraço e não se esqueçam....


PS: Agradecimento especial para o amigo de "mesão" Leonardo Molinari, que deu a ideia de iniciar essa série, grande abraço.