segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Oona e Malarem


 Fala galera do blog, trazendo mais uma historia pra vocês e essa aqui é a pedido da "Amanda Siqueira". E tenho novidades para contar agora, eu estarei postando aqui no blog toda terça e se vocês estiverem interessados em alguma historia de alguma carta em particular, mandem o nome nos comentários dos meus posts e eu estarei procurando para postar pra vocês.



Oona, Queen of the Fae
 Oona, Queen of the Fae


    Muito pouco se sabe a respeito de Oona. Ela é a rainha e mãe de todas as fadas em Lorwyn. 
    Ela mora em Glen Elendra e vê o mundo através dos olhos de seus filhos.
    Para melhor entender sobre Oona agora teremos que conhecer o plano de Lorwyn e sua história.




                              Malarem of the Mornsong
   
    Depois que a escuridão caiu sobre o plano, apenas uma raça permaneceu inalterada. As fadinhas continuavam sendo as mesmas criaturinhas petulantes e frívolas de antes, seguindo seus impulsos ora por pura diversão, ora por simples crueldade caprichosa.
    Maralem refletiu: "Se as raças do plano estivessem em uma gangorra, balançando para frente e para trás em quanto o sol e a lua dançavam no firmamento, as fadinhas seriam seu sustentáculo, praticamente imutáveis, enquanto todo o resto se move ao seu redor."
Malarem of the Mornsong
    Esta função de sustentáculo dá uma ideia do poder secreto que há por trás das fadinhas. O glamour das fadas não serve somente para fazer truques ou feitiços sonolentos; ele envolve Glen Elendra num manto de mistérios e revigora forças profundas do próprio plano. As fadinhas continuavam com seu tráfico de segredos e rumores, destilando sonhos das outras criaturas como abelhas que carregam pólen, mas agora o verdadeiro proposito de suas atividades tornou-se claro. A própria rainha usa esses sonhos para vigiar todo o plano - O seu plano.
    Ao ouvir as esperanças e os medos dos habitantes do mundo, alimentando-se do amor e das desaventuras de milhares de coração, Oona, a rainha das fadas, faz sua polinização com os sonhos de sua soberania. Em troca, ela floresce com mais da sua espécie, inundando com cada vez mais fadas as horas da noite sem fim.
    Enquanto Malarem continuava com suas investigações juntamente com os elfos do plano e chegava cada vez mais perto da verdade, fazendo mais e mais descobertas sobre seu plano, Oona o observava. Até que em meio a uma de suas investigações Malarem foi cercado por fadas e levado contra sua vontade até o covil de Oona.
    Em Glen Elendra Oona lhe oferece uma proposta. Se Malarem se juntasse a ela, ambos governariam Pântano Sombrio, ambos se alimentariam da energia dos outros seres, ambos seriam um só. Malarem recusou a proposta, não queria reinar - pelo menos não ao lado de Oona, então fugiu.
    Eis que a verdade veio à tona , Malarem descobriu que ela era um avatar de Oona que de alguma forma ganhou auto-consciência, e não seguiu suas ordens, nem desejos de se tornar parte de Oona novamente. Ela manipulou os Vendilions para ajudá-la a interferir com o ritual de Ashling para adquirir conhecimento e poder, o que lhe permitiu manter suas memórias e aparência após a Grande Aurora.
    Em Pântano Sombrio ela ajudou Mistmeadow (um Kithikins) para seus próprios fins,e através de outros meios obteve o Diário de Rosheen (o diário de uma gigante louca que havia previsto a escuridão antes dela tomar Lorwyn). Malaren então se revelou a seus aliados como sendo um gêmeo de Oona, e que Oona a havia criado para evitar ser corrompida pelo inicio da Grande Aurora. Mais isso não iria ficar assim.
    Ela desafiou Oona para enfrentá-la em uma luta direta, e juntamente com o conhecimento obtido através do diário ela a derrotou. Oona foi destruída e varrida da face de Lorwyn e "Malaren" tornou-se a nova Rainha das Fadas.
    Determinada a restabelecer o ciclo normal de dia/noite, diariamente, em vez de os períodos centenários de Ooona. Ela entregou o diário a Rhys (Rhys the Redeemed) e instruiu a ele para que a envenenasse após a primeira notificação do ciclo diário torna-se como antes.



Fonte pt: Wizards.com
Fonte em inglês: Wiki.mtgsalvation.com
Tradução e Adaptação: Gabriel Sampaio




Nenhum comentário:

Postar um comentário