sexta-feira, 9 de março de 2012

Mirrodin



Mirrodin: um plano feito totalmente de metal. Aqui, árvores espinhosas de cobre criam florestas artificiais, grandes estruturas de ferro e ferrugem formam montanhas e as pontas de grama que cobrem a planície são literalmente lâminas pontiagudas. Cinco sóis brilhantes irradiam sua luz sobre o mundo abaixo, um para cada cor de mana. Humanos, elfos e goblins vivem aqui, juntamente a vedalkeanos, leoninos e os zumbis conhecidos como nim.
 
Há tempos atrás, o plano metálico foi criado por Karn, um golem de prata construído por Urza para testar seu novo poder como planeswalker. Ele povoou seu plano com golens criados à sua imagem e também construiu um "Guardião" para vigiar seu plano enquanto ele explorava o Multiverso.

Mas algo deu errado. Karn involuntariamente introduziu uma doença contagiosa sombria em seu próprio mundo: óleo phyrexiano. Durante o passar dos séculos, o óleo assumiu o controle de Mirrodin, mudando tudo no plano, inclusive seus habitantes. O Guardião tornou-se instável, passou a ter consciência e a denominar-se Memnarca. Com o passar do tempo, Memnarca tornou-se paranóico e enfurecido, sentindo-se abandonado pelo seu criador.

Conforme a loucura de Memnarca aumentava, expandia-se também o seu poder. Através de aparelhos arcanos chamados capturadores de alma, Memnarca sequestrou inúmeros seres vivos de outros planos e os trouxe a Mirrodin. Seu objetivo era encontrar um ser que tivesse a centelha dos planeswalkers para então tomá-la para si, o que permitiria que ele deixasse Mirrodin e encontrasse seu criador.

A elfa Glissa Perscrutadora do Sol foi o primeiro ser a nascer com a centelha de planeswalker em Mirrodin. Glissa revelou o segredo de seu mundo: que era vazio e que seu tirano mítico era real e habitava dentro dele. Através de sua própria astúcia e poder, além da ajuda de seus aliados, Glissa derrotou Memnarca. Os capturadores de alma foram destruídos e as primeiras gerações de mirranianos desapareceram instantaneamente, retornando aos planos de onde foram arrancados.

Os mirranianos remanescentes tiveram de lidar com o desaparecimento de seus ascendentes mais antigos. Poucos tinham alguma ideia do que havia acontecido em seu mundo — sabiam apenas que seus avós, anciãos e líderes haviam desaparecido. Quando Glissa e seu aliado goblin Slobad voltaram à superfície, foram atacados por hordas de goblins em pânico. Slobad não sobreviveu ao ataque e Glissa retornou ao submundo, onde os minúsculos contructos que ainda sacolejavam por lá a mantiveram em completa segurança, adormecida...

Enquanto isso, a vida continuou na superfície e os mirranianos tentaram retomar suas vidas. Mas dentro do plano, o contágio phyrexiano que Karn havia trazido há muito tempo a seu próprio mundo continuava a crescer lentamente. O óleo espalhou-se e tudo mudou quando o micossintetizador alcançou o núcleo de mana que ainda brilhava dentro de Mirrodin.



CRIATURAS LENDÁRIAS:



GLISSA, PERSCRUTADORA DO SOL

Glissa, uma encrenqueira rebelde, questionava as tradições élficas, até o momento em que todo o seu lar foi destruído. Obcecada em encontrar os assassinos de seus pais, ela vasculhou cada centímetro da terra metálica de Mirrodin, consumida por pensamentos de vingança.














BOSH, GOLEM DE FERRO

Bosh, um enorme golem de ferro, foi encontrado afundado em um poço escuro nos pântanos de Mefidross. Depois de libertado, Bosh não tinha mais memória e decidiu acompanhar Glissa e Slobad. Ao lado deles, ele busca detalhes sobre seu passado pelos caminhos de Mirrodin.












SLOBAD, FUNILEIRO GOBLIN

Slobad é altamente inteligente para os padrões dos goblins, e é um mestre em desconstruir e entender o funcionamento interno de Mirrodin. Glissa fez amizade com ele em suas viagens e ele jurou ajudá-la como pudesse para derrubar as forças terríveis que governam o plano.











MEMNARCA

Memnarca é o mestre sempre vigilante do núcleo de Mirrodin, observando e manipulando todos os eventos da comodidade do Panopticon. Com sua numerosa tropa de myr inofensivos cobrindo cada metro da superfície de Mirrodin, Memnarca está sempre um passo à frente dos que desejam derrubá-lo.













RAKSHA, FILHOTE DOURADO

Orgulhoso, feroz e inspirador em batalha, Raksha lidera os leoninos de Mirrodin nos grandes Campos Cortantes de Taj-nar. Reunindo seus irmãos leoninos, ele os incentivou a dominar todas as armas com o intuito de proteger melhor seu lar.














FACÇÕES:


AURIOQUE

A facção humana mais civilizada de Mirrodin, os aurioques sobrevivem usando a diplomacia e fazendo comércio com os leoninos. Guerreiros fortes, os aurioques fazem grande uso da magia para anular ou desfazer os construtos ameaçadores que rondam perto demais de seu lar nos Campos Cortantes.


NEUROQUE

Em Lumengrid, os neuroques são humildes assistentes dos mestres vedalkeanos. Ajudando em experimentos, eles buscam conhecimento em geral, mas mais especificamente, buscam entender os mistérios dos mosco-lumes que vivem no interior de Mirrodin.


MURIOQUE

Capazes de viver nos pequenos bolsões de Mefidross, longe dos nim, os murioques sobrevivem reciclando o que encontram no pântano. Cercados por fumaça tóxica constante, muitos passaram a usar máscaras protetoras. Mas elas não impedem que a loucura se instale em suas mentes.


VULSHOQUE

Sempre ansiosos para entrar em combate, os vulshoques buscam incessantemente minério de ferro em seu lar montanhoso, que usam para criar armas de destruição inigualáveis. Suas tropas costumas lutar ao lado de poderosos xamãs, que controlam os raios para potencializar a força bruta dos vulshoques.


SILVOQUE

Com corpos recobertos de cobre, os silvoques vivem isolados no denso Emaranhado de Mirrodin. Eles quase nunca fazem contato com outras raças e sobrevivem das frutas da floresta e caçando.



RAÇAS DE CRIATURAS:


GOBLINS

Recobertos de pedaços de metal, os goblins de Mirrodin moram na Grande Fornalha. Seu talento para a manipulação de artefatos vai de "avançada" a "cutucar com um galho para ver o que acontece".


LEONINOS

Nobres e leais a seu Kha, os leoninos habitam os Campos Cortantes de Mirrodin. Eles conseguem manter os niveladores monstruosos e outros à distância com suas táticas impecavelmente coordenadas. Eles também criam algumas das melhores armas de Mirrodin.


ELFOS

Adornados com belas filigranas de cobre, os elfos de Mirrodin vivem em meio às enormes árvores metálicas do Emaranhado. A mais querida e protegida é a Árvore dos Contos, na qual eles inscrevem suas histórias e tradições.


ZUMBIS (NIM)

Habitantes da lama escura de Mefidross, os zumbis nim atacam rapidamente qualquer tolo que ouse atravessar o pântano. Controlados pela Câmara de Sussurros, os nim ajudam a proteger e a expandir o reino negro de Geth.


MYR

Pequenos, ágeis, silenciosos e sempre presentes, esses autômatos raramente são agressivos. Normalmente, eles são ignorados ou vistos como pragas, mas poucos param para pensar no verdadeiro propósito dos myr.






  
Fonte: wizards.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário